Cidades Política Rondônia

Jaqueline Cassol afirma que lutará pela liberação da fosfoetanolamina

Para as famílias e pacientes, o câncer é um flagelo e fonte de sofrimento. Atinge todas as idades e representa alta taxa de mortalidade, e os tratamentos atuais são agressivos e geram efeitos colaterais severos nos pacientes. Recentemente, pesquisa do Instituto de Química de São Carlos (IQSC-USP) desenvolveu a fosfoetanolamina sintética, substância que pode trazer melhoras significativas para pacientes em tratamento.

A briga pela possibilidade de uso da substância, ainda em fase de teste, já vem de 2016, quando foi defendida pelo senador da República Ivo Cassol (PP). “O Ivo lutou pelo direito dos pacientes de usarem a pílula e, caso seja eleita deputada federal, pode ter certeza que darei continuidade nessa batalha. Não podemos deixar que o empenho se perca”, conta Jaqueline Cassol.

Durante o período de campanha, a candidata Jaqueline Cassol visitou famílias e pessoas que fizeram uso da substância, cuja pesquisa se encontra em andamento, e sentiram melhora na doença. “Eu vi os resultados do uso da pílula em pessoas no Estado e creio que permitir o uso dela nesta fase de testes já tem sido de grande ajuda para estes pacientes. Quero continuar com este trabalho que trouxe esperança”, conta.

Jaqueline Cassol aposta na continuidade dos estudos sobre a pílula, que pode trazer a cura para tipos agressivos de câncer e investir em prevenção. “A melhor forma de se lutar contra esta doença é com prevenção, investindo na saúde e promovendo campanhas, mas também trazendo equipamentos para os exames necessários. Esta é outra das minhas metas de trabalho, firmada como compromisso em meu plano de ação parlamentar”, finalizou.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Radio Planalto FM is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache